Publicidade

sábado, 23 de julho de 2011 música | 20:42

Amy Winehouse

Compartilhe: Twitter

Amy Winehouse está morta. Como tinha 27 anos, a comparação é irresistível: mais um ídolo da música pop que se vai nessa idade, como Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison e Kurt Cobain.

Hendrix é considerado o melhor guitarrista da história do rock. Joplin abriu praticamente sozinha o caminho para as mulheres na música pop. Morrison é um ícone comportamental. Cobain foi o responsável por quebrar a fronteira entre o comercial e o alternativo. É justo colocar Amy Winehouse ao lado desses gigantes?

Amy Winehouse no festival Glastonbury, em 2008; Getty Images

Se o parâmetro for número de discos, habilidade musical, quantidade de fãs, certamente não. Amy lançou apenas dois álbuns, e o primeiro deles (“Frank”) nem fez tanto barulho. Tecnicamente, era uma boa cantora, mas há outras por aí com voz mais potente. E dá para citar vários popstars muito mais populares.

Mas seria uma miopia avaliar a importância de Amy apenas por esses critérios.

É ingenuidade acreditar que música pop limita-se apenas à música. Pop é música, imagem, performance – e, claro, o que o artista faz e fala fora do palco. Nesse sentido, Winehouse era uma popstar única deste século 21.

Sua influência na música de hoje é indiscutível. Ela capitaneou, no início dos anos 2000, uma revitalização da soul music. Foi seguida/copiada por um sem-número de cantoras e cantores, como Duffy, Adele, Mayer Hawthorne, Janelle Monáe. Até mesmo gente que estava na estrada há mais tempo, como Beyoncé e Madonna, olharam para Amy Winehouse.

Estamos em uma era em que artistas são cercados por executivos de gravadoras, assessores, agentes. Vivem em uma bolha e se expõem calculadamente. Winehouse, não.

Nunca fez questão de ser simpática com jornalistas para ganhar elogios em reportagens e críticas. Escancarava seus vícios e atitudes sem se preocupar se  seria vítima de patrulhamento moral – e era.

Colocava sua vida em canções como “Rehab”, “Back to Black”. Assim, o que cantava era algo real, palpável, e não uma abstração.

Amy Winehouse não era uma popstar comum.

Sim, seu show em São Paulo em janeiro deste ano foi problemático. A voz de Amy estava seca, por várias vezes ela lutava para se manter em pé. Mas Amy era genuína (algo raro no pop), e todos sabemos que, se ela não está bem no palco, a culpa não é a falta de talento.

Com sua morte, inevitavelmente virão os discos póstumos, tributos e homenagens duvidosas. Fala-se que ela deixou um terceiro álbum semi-pronto. Tomara que Amy Winehouse seja tratada com o devido respeito.

Autor: Tags:

38 comentários | Comentar

  1. 88 Guy A. 04/08/2011 18:06

    Quase totalmente irrelevante, mas lembrando que o mítico e fatídico “clube dos 27” inclui também mais um “J”, o grande Brian Jones – em uma morte que alimentou diversas teorias conspiratórias.

    Abs,
    Guy

  2. 87 carlos babato 31/07/2011 8:30

    Realmente, ela tinha uma boa voz e resgatou um estilo, mas tá longe de ser uma grande artistas para ser lembrada como Janis, Hendrix, por exemplo, foi uma bela centelha a Amy.

  3. 86 Karlos Santos 27/07/2011 18:23

    Vítima de patrulhamento moral?! Porque a moral é tão despresada pelos jornalistas? AH! Lembrei. Eles são gente de mente aberta, aberta à cultura da morte: esquerdismo, drogas, prostituição, aborto, eutanásia. São os motes dos bem pensantes. Emy com sua atitude glorificava o fundo do poço. Era uma pobre menina, mas nem por isto merece ter suas atitudes anti-sociais glorificadas, seria asqueroso. O público leitor não tem culpa se na casa da mãe dos jornalista não havia quaçqier moral.

  4. 85 Anonimo 26/07/2011 1:03

    33 Anderson Amadeu

    Para mim jesus e deus são irrelevantes(sou amor, paz e bondade, não religão), mas respeito tua fé, sempre respeitarei.

    Tuas palavras foram sabias e de uma lucidez(clareza) que não consigo medir em palavras, parabéns por ter chegado a estas conclusões, mas digo, por quaisquer tenham sido os meios o mérito é somente teu, tens o meu respeito a partir de hoje, obrigado pelas palavras.

    Temos que ser humildes e reconhecer as falhas(desvios do mundo ao nosso redor) a que todos nos estamos expostos diariamente des de nosso nascimento, ninguém nasce drogado ou bandido, nenhum pai nasce para ser um mau pai, não julgue os demais se desconhece suas vidas(reais), seu passado e seu sofrimento, por favor.

    Redijo isto a todos aqueles que detem o conhecimento, não se intimidem, ao menos acreditem que é possivel ajudar o proximo, perdemos michael e amy em um curto prazo de tempo e estamos caminhando para a perda de outros, pensem no potencial destes se estivessem lutando por nossa causa ao nosso lado, a responsabilidade é minha a responsabilidade é sua, estamos sendo omissos, eu e você somos mais capazes que isso.

  5. 84 cinthia 25/07/2011 22:28

    a voz desta menina era um excandalo…foi uma pena a morte dela, tão jovem…eu tinha esperança que ela se recuperasse mas infelismente a dependencia das drogas levam as pssoas a não mais raciocinar…mas nem sempre as drogas vencem.Ela será sim exemplo de um caminho que o ser humano não deve trilhar.Jovens vamos evitar o 1º contato,evite as maás companhias,evite ambientes que favorecam o consumo e aprendam a dizer NÃO. O NÃO não é vergonha, pelo contrario, voce sera exemplo pro amigo que te ofereceu e ele lembrara eternamente do NÃO que voce falou.Parem de julgar as atitudes dela pois as drogas estão tão proximas que nem sempre percebemos ate acontecer com alguem da sua familia ou amigo ou um conhecido. JUST FOR DAY

  6. 83 Anderson Amadeu 25/07/2011 19:32

    O talento de uma voz iluminada, e a beleza exótica e inovadora de Amy Winehouse eram inquestionáveis, assim como seu problema com as drogas “lícitas e ilícitas”. Só acho que não só a Amy, mas todas as pessoas deveriam buscar refúgio de suas carências e demais problemas em Deus. Mas quanto aos lunáticos, fanáticos religiosos, saibam que a Bíblia diz para que não julguem para não serem julgados, e que a mesma medida que julgarem serão também julgados, sendo o próprio Jesus Cristo antagonista dos fanáticos. Portanto pra esses eu digo: “DEIXEM A MOÇA EM PAZ”. Jesus é Amor e não ódio, Jesus é Paz e não guerra, Jesus é União e não separação, e Jesus é Compreensão, e não desentendimento. Enquanto julgarem e mantiverem seus corações de pedra fechados, vocês é que estarão caminhando para longe de Deus.

  7. 82 'Amanda Baia 25/07/2011 19:01

    Nao era pra voce ter morrido dessa forma mas uma vezes a droga acaba com uma vida pra tudo certo por isso que o dinheiro a fama e amigos falsos famosos ela viu que tinha consiguido tudoo Ela pode ter pensado bom tenho tudo ia ai cade amigoos e a familia dela apoiaava muito ela mas o que ela se apegou mais foi o ex-marido dela e ela ficou tao depressiva que a unica amneira na cabeça dela era o vou me drogare pra ver se meu sofrimento ai acabou nessa vida mas com todos esses problemas todos nos achamos que que a AMY e a superar e ela ia olhar pro passado dela e ia concerteza dizer aquela Amy nao existe mais mas a droga e tao maldita que fez uma vitima e o alcool tambem . Mas nao deixa de ser uma pessoa tao ao exotica eu começei a gosar mesmo dela a 1 semana eu fiquei muito triste porque quando começei a gostar ela se foi !! Mas aquela mulher podia se superar mas a vontade de viver cade?? ee a vida neah!!! ? Adora muito lea nao pelo talento sim pela sua personalidade de nao ter medo de niguem as criticas ela se mostrava uma pessoa de personalidade verdadeira !! Amy que DEUS a tenha !!

  8. 81 VIC 25/07/2011 15:03

    AS CANÇÕES DELA ERAM UM APELO….E NINGUÉM NUNCA ENTENDEU….PREFERÍVEL ELA, SEM DÚVIDA , QUE ESSAS DROGAS DE QUE RONDAM POR AQUI TIPO FUNK, SERTANEJO (ARRGHH…), PAGODE…………….

  9. 80 Marilene Alencar 25/07/2011 10:07

    Ela tinha uma voz maravilhosa, um grande talento…Que pena!
    Deus ampare a família e que sirva de exemplo para todos nós!
    faltou cuidado, faltou carinho, faltou atenção, sobrou dinheiro.

  10. 79 Uatu 25/07/2011 8:22

    Amy, Joplin, Hendrix, Morrison, Cobain… ‘Juventude transviada’? Assim como outros que tem uma pré-disposição (genética?) ao vício? Essa pré-disposição é familiar, social ou o quê? Içami Tiba afirmou que criamos nossos filhos para serem dependentes (químicos, é um mero detalhes). Onde, quando e de que forma introjetamos valores em nossos filhos, para assegurar sua independência, a paciência para aceitar o que não pode ser mudado, pois não depende deles, ou para superar o medo primal diante da situação nova? Como liberar os filhos dos nossos medos e padrões? O pai de Amy à explorava? O (ex-?) namorado, que “à apresentou” às drogas, pode ser culpado por crime doloso? Ela era tão genial assim, ou era uma menina mimada, pressionada, talentosa, que quis fugir de tudo e não conseguia? O sonho dos pais enfiado guela abaixo a consumiu, fazendo-s famosos, desfrutarem de riqueza, sacrificando a filha pela bênção… Do que vale? Tributo pago, e aí? Direitos autorais e ponto. E tem gente que que acha que ser músico é fácil, é só soltar o talento inato…
    A maioria tem a inteligência emocional de um invertebrado, como já divulgou Régis, falando de um metaleiro obscuro, que é um legítimo representante da maioria de obtusos que a mídia apresenta como sendo “a maior revelação da década, do século, da música…” e na verdade é só mais um Cazuza, um excreto social de classe abastada sem noção da realidade.

  11. 78 beatriz arias 25/07/2011 0:08

    Ela exercia um certo fascinio pra alguns da exposição da própria decadencia. Assistir a um show dela era um tiro no escuro, ou para muitos a possibilidade de ve-la cambaleante, quem sabe cair, xingar e dizer coisas sem sentido e a platéia constatar excitada:caraca…ela tá muito doida…
    Uma mulher que não se podia pegar a força e internar. Ela já fazia suas escolhas. Mas sem duvida que um bom empresário, bons produtores e por que não um bom fã clube podiam ter ajudado a limpar aquele corpo magro. Mas talvez assim vende-se mais, mesmo assim as pessoas pagavam pra ve-la cantar.
    Era sim interessante aquela cara, aquele cabelo, seu estilo, sua voz de negra, e ainda cresceria muito mais como artista se tivesse vivido.
    Foi breve, meteorica, mas deixará sim sua marca irreverente.
    SE PUDER, CANTE PROS JOVENS NORUEGUESES, AMY!!!

  12. 77 fatima 24/07/2011 23:28

    amy como muitos que perdemos sempre será imortal pela bela musica que deixou, claro para pessoas de bom gosto…………li algumas bobagens acima que desprezo e nem quero comentar………………amy ficou muito pouco por aqui e deixou sauddes e um belas muisicas enquanto muitos vivem uma eternidade e não fazem nem uma historinha de gibi.

  13. 76 Ary 24/07/2011 23:22

    Swamy

    Acho melhor você ficar por dentro das noticias ( por que é lógico que você é um individuo que não tem capacidade de saber o que é musica ou Mundo da Musica ), OU SEJA, MUNDO DA MUSICA PARA VOCÊ É O (((((FUNK))))) que é uma porcaria, que necessariamente nem pode ser chamado de musica e sem de ruido … Então fica no meu mundo insignificante

  14. 75 Ricardo 24/07/2011 22:54

    Toda geração tem seu louco perturbado para chamar de ídolo, como ela virão outros…uma pena que vários ainda admirem uma mulher perturbada, carente e viciada em todo tipo de drogas: esse é o modelo de artista que a mídia vende para a juventude, quanto mais perturbado melhor, tenho certeza de que agora é o momento onde o faturamento com o nome dela vai bater recordes!

  15. 74 Luiz Carlos de Oliveira Leme 24/07/2011 19:42

    Sou obrigado a discordar de muitos que neste espaço utilizam para denegrir a imagem da cantora e interprete Any Winehorse. Trata-se de um ser humano e por essa razão devemos respeito. Compreendo que as drogas o seu estilo de vida a mataram, mas quem de nós esta livre de um parente drogado. Não quero idolatrá-la pois, seu exemplo não pode ser seguido por ninguém. Mas deixar de ficar indignado é o mesmo que desamparar a nós mesmos.
    Proponho que ocupemos as ruas de nosso planeta e vamos lutar pela vida sem drogas. Proponho ajudar aqueles que estão tão próximo de nós. Enfim, podemos levantar qualquer bandeira de caráter social e o fim da dependência das drogas. Todos nós necessitamos de ajuda, que tal sairmos de nosso castelo e realmente lutar pela vida, esse talvez seja a resposta que a sociedade está esperando de nós.

  16. 73 josé pedro mariano 24/07/2011 19:38

    O ser humano está destinado a viver 70 anos, ou um pouco mais, se se cuidar.
    Infelizmente, essa grande cantora se foi, mas deixou um grande exemplo a nossa mocidade:
    NÃO BEBA NEM SE DROGUE SEM CONTROLE, POIS MORRERÁ ANTES DOS 30 ANOS.

    Mariano

  17. 72 Felipe 24/07/2011 18:33

    Tinha uma voz interessante, mas nem era lá essas coisas. Músicas muito chatas, letras idiotas. Ela vale mais morta do que viva. A necrofilia da arte …seu cdzinho mediano lançado há anos já está no topo das vendas na Inglaterra.

  18. 71 Wilson Inacio 24/07/2011 18:31

    Daniel
    “Foi uma grande cantora e vai ser lembrada para sempre, mesmo que os falsos moralistas estejam aqui julgando e condenando suas atitudes, será com certeza um mito, por mais curta que tenha sido sua passagem aqui na terra, ela fez história. Quanto a quem a critica por suas escolhas, podem até viver noventa cem anos, mais jamais serão lembrados porque são insignificantes.”

    São os moralista insignificantes como vc. dis que escrevem a história de um País. Vivem de forma insignificantes escrevendo a história de um País por 90 anos ou cem anos, constituindo uma família de jovens com conseitos e valores diferentes desta cantora in memória.”27” anos sem nada.
    Que história!

    RO
    “ESTOU TÃO TRISTE…Q Ñ CONSIGO EXPRESSAR ESSE SENTIMENTO ,SÓ PENSO Q FOI UMA G PERDA P A MUSICA EM TDS OS SENTIDOS…REALMENTE É UMA PENA Á PERDEMOS TÃO CEDO…JÁ TENHO SAUDADESSSSS!!!!!UMA CANTORA UNICA E NUNCA NINGUÉM Á SUBSTITUIRÁ!A . SÓ POSSO DIZER É DESCANSE EM PAZ…POIS É ISSO Q FALTAVA Á VC E TDS AQUELES Q SÃO USUARIOS…”

    Para vc. lembrar de outros que MORRERAM nas drogas.
    Michael jackson, ‘Elvis Presley’ Elis Regina, Cazuza, Scott Columbus, Derf Scratch, Stuart Cable, Paul Gray, Tim Maia,
    Com 27 anos: Jimi Hendriz, Kurt Cobain, Janis Joplin, Jim Morrison, Robert Johnson, Pete Ham, Gary Train, Pete de Freitas,

  19. 70 Alucard1978 24/07/2011 18:31

    Acho um absurdo esses evangélicos quererem rotular uma artista tão ímpar.
    Pena que não teve tempo para realmente mostrar o que tinha de melhor.

  20. 69 ADVOGADO DO DIABO 24/07/2011 17:35

    Ja foi tarde,drogas e alcool a mandaram pro inferno,jogou no lixo todo talento q deus lhe deu,agora vai cantar suas loucuras pro capeta,esse exemplo de vida foi lamentavel p/ os jovens de nossa epoca……deus tenha piedade de sua pobre e moribunda alma….amém.

  21. 68 Anderson 24/07/2011 14:41

    Infelizmente a morte desta jovem moça não representa o fim de uma era. Muitos ainda morrerarão como ela. É a marca de um tempo, um tempo em que os jovens, do fundo do poço niilista nada podem ou não querem enxergar. Sempre me incomodou sua letra: “…meu pai quer que eu vá para a rehab mas eu não vou…” Esta letra é o emblema do nosso tempo porque traduz um período da história em que a lei paterna está aí para ser negada, zombada, aviltada. O excesso dá a regra e a ordem. Ter que ir para uma casa de rehabilitação e não querer se cuidar, antes, se vangloriando de ter o direito de querer morrer desde esta espécie de rebeldia suicida, parece ser a opção que restou à humanidade neste século de capitalismo tardio. Amy está em todas as ruas de todas as cidades do nosso país. Até quando responderemos “não, não e não”? Adeus Amy, espero que você encontre o paraíso de acordo com o seu ponto de vista e que seus sonhos, agora, se tornem
    reais.

  22. 67 olavo 24/07/2011 14:10

    tá, ela tinha bela voz e tal, mas não fez nada de novo. nada que gente muuuito melhor como aretha, tina, gladys, martha reeves e outras já não tivessem feito há mais de 40 anos. sem aquelas grandes vozes negras, amy não existiria… aí, fica essa imprensazinha incensando pastiches.

  23. 66 Marcos Gomes 24/07/2011 13:38

    Amy foi uma das melhores vozes femininas que já ouvi, senão a melhor, com um talento imensurável. Pena que ela escolheu uma maneira errada para protestar contra o falso moralismo, destruindo seu próprio corpo(considerando este como uma dádiva de Deus, analisando à luz da Bíblia). Ela deixou sim, um exemplo: do que nossas fraquezas fazem-nos quando não sabemos como lutar contra elas. Devemos buscar forças para superarmos nossos desafios, não entregando-nos. Deixo um texto da palavra de Deus a todos os que se encontram em dificuldades: “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE(FILIPENSES 4:13). Não se entreguem diante das dificuldades, somos maiores que nossos obstáculos, sejam vícios, depressão, angústia ou qualquer outra coisa. Deus abençoe.

  24. 65 alberto barros 24/07/2011 13:21

    Era sem graça pra caramba,só musiquinha lixo,tomara que a traveca gaga,o nx credo,o restart,enfim ,esse bando de lixo desapareçam também.

  25. 64 sergio 24/07/2011 12:53

    Caro Thiago entendo suas colocações, mas infelizmente e mais um grande artista que se vai
    por não ter a dimensão do que ela era, acredito que certas pessoas recebem de graça, determinados poderes (talentos) que na maioria das vezes não estão preparados para te-los
    com Amy não foi diferente, vc pode achar engraçado mas quando o tio de peter parker diz que “grandes poderes trazem grandes responsabilidades” ele se refere a todos nós talentosos ou não.Amy não quiz carregar este fardo, se drogou, se embebedou, caiu levou, caiu de novo, gritou e bateu em seus fãs e morreu….Agora ela faz parte do clube dos 27, junto
    com Hendrix, Morrison,Janis e outros.Pessoalmente não sinto absolutamente nada morreu
    pois queria morrer, a ela só resta como consolo o bando de idiotas que a partir de agora vão cultuala, como Deusa pop que se vai….puxa ela era foda….Na verdade foda é o cara que acorada as 4:30 da manhã para trabalhar por um salário de miseria, e criar seus 04 filhos….esse é o verdadeiro foda, Enquanto a Amy, era só mais um idiota ridicula que foi abençoada com um talento incrivel e acabou jogando fora dentro de uma garrafa….

  26. 63 RO 24/07/2011 12:47

    ESTOU TÃO TRISTE…Q Ñ CONSIGO EXPRESSAR ESSE SENTIMENTO ,SÓ PENSO Q FOI UMA G PERDA P A MUSICA EM TDS OS SENTIDOS…REALMENTE É UMA PENA Á PERDEMOS TÃO CEDO…JÁ TENHO SAUDADESSSSS!!!!!UMA CANTORA UNICA E NUNCA NINGUÉM Á SUBSTITUIRÁ!A . SÓ POSSO DIZER É DESCANSE EM PAZ…POIS É ISSO Q FALTAVA Á VC E TDS AQUELES Q SÃO USUARIOS…

  27. 62 Sergio Dinis 24/07/2011 11:51

    Parece que a fama fama acelera a manifestacao dos demonios que cada um tras dentro de si.
    A droga e um anestesico para uma vida insuportavel destas pessoas e acaba finalizando de forma tragica esta agonia.
    Existem muitas Emys por ai,algumas mortas outras nao,com ou sem talento esta agonia humana e sempre lamentavel.

  28. 61 Daniel 24/07/2011 10:27

    Foi uma grande cantora e vai ser lembrada para sempre, mesmo que os falsos moralistas estejam aqui julgando e condenando suas atitudes, será com certeza um mito, por mais curta que tenha sido sua passagem aqui na terra, ela fez história. Quanto a quem a critica por suas escolhas, podem até viver noventa cem anos, mais jamais serão lembrados porque são insignificantes.

  29. 60 Luiz Carlos de Oliveira Leme 24/07/2011 9:50

    Realmente sou obrigado a concordar que Amy Winehorse era uma intérprete fantástica, mas se perdeu em não saber conviver com a fama, entregou-se as drogas e hoje assistimos um final triste e melancólico desta inigualável cantora.
    Quando gastou montanhas de dólares para uma festa já estava na hora da família procurar ajuda Médica e Espiritual.
    Entendo que ela através da fama e de sua popularidade poderia encontrar motivos para viver ajudando os famintos e miseráveis da Africa ou qualquer outra causa social. Assim ela conquistaria ainda mais seu público através de seu talento e encontraria paz e harmonia para vencer os seus vícios.
    Não há nada melhor neste mundo do que dedicar-se à causas sociais, elas alimentam a alma e torna cada ser humano melhor. Enfim nada disto ocorreu…

  30. 59 Wilson Inacio 24/07/2011 9:43

    “O mundo todo olhou muito para ela…
    e muito poucos olharam de verdade por ela…”

    Minha homenagem à Amy Winehouse
    um dos mais ricos talentos da atualidade
    que hoje, infelizmente se perde…

  31. 58 Wilson Inacio 24/07/2011 9:40

    Amy Winehouse

    (1983 – 2011)
    Ela clamava por ajuda e não encontrou

    There’s a saying old
    says that love is blind
    Still we’re often told
    “Seek and ye shall find”

    So i’m going to seek
    A certain lad
    I’ve had in mind

    Looking everywhere
    Haven’t found him yet
    He’s the big affair
    I cannot forget

    Only man i ever think
    Of with regret

    I’d like
    To add his inital
    To my monogram

    Tell me
    Where is the shepherd
    For this lost lamb?

    There’s a somebody
    I’m longin’ to see
    I hope that he turns
    Out to be

    Someone to watch over me

    I’m a little lamb
    Who’s lost in the wood
    I know i could
    Always be good

    To one
    Who’ll watch over me

    Although he may
    Not be the man some
    Girls think
    Of as handsome
    To my heart
    He carries the key

    Won’t you tell him please
    To put on some speed
    Follow my lead
    Oh, how i need

    Someone to watch over me

    Tradução:

    Alguém para Cuidar de Mim

    Há um antigo ditado,
    diz que o amor é cego
    Mesmo assim nos dizem freqüentemente,
    “procure e encontrará”

    Então eu vou procurar
    um certo rapaz
    que eu tenho em mente.

    Procurando em todo lugar,
    ainda não o encontrei.
    Ele é o grande caso
    que eu não consigo esquecer
    O único homem em que penso
    com arrependimento

    Eu queria
    adicionar a sua inicial
    ao meu monograma

    Diga-me,
    Onde está o pastor
    para essa ovelha perdida?

    Há um alguém
    que eu anseio ver
    Eu espero que ele,
    acabe sendo
    Alguém que vai cuidar de mim

    Eu sou uma pequena ovelha
    que está perdida no bosque
    Eu sei que eu poderia,
    sempre ser boa
    Para alguém
    Com aquele que vai cuidar de mim

    Mesmo ele
    não sendo aquele homem
    que garotas chamariam
    de bonito,
    para o meu coração
    ele carrega a chave.

    Por favor,
    diga a ele para se apressar

    Seguir as minhas pistas,
    oh, como eu preciso
    De alguém para cuidar de mim

  32. 57 Ricardo Kalil 24/07/2011 9:37

    Sem dúvida Ney ! mesmo com o cabelo estilo ninho de águia da década de 60.

  33. 56 Wilson Inacio 24/07/2011 9:30

    Este ser humano fez a pior opção com o talento que recebeu de Deus.
    Escolheu o pior caminho para a sua vida.
    Marcou sua história na sociedade como um exemplo de vida onde nunca devemos trilhar.
    Acredito que a história familiar desta mulher não foi de amor e carinho, pois ele demonstrava que não amava a sí mesma e por tanto ela não tinha muito para dar. Oque ela tinha para oferecer ela ofereceu para a sociedade. Só podemos oferecer oque temos.
    Foi uma vida de derrotas embora vivia uma vida aparentemente de vitória. TRÁGICO.

  34. 55 Adriano Silva 24/07/2011 7:58

    Podem me chamar de moralista, limitado, preconceituoso ou qualquer outro destes rótulos que se acostumaram a colocar em quem tenta manter seus valores e não se guiar pela mídia, mas não tem como aceitar Amy como modelo para nada. Tinha uma belíssima voz e interpretação – que como você mesmo disse não era nada de outro mundo – e só. Uma pena. Escolheu um caminho duvidoso de vida e promoção, e termina de forma lamentável. Se querem tomá-la como exemplo, que seja do que não deve ser feito. Meu receio é que a transformem numa espécie de mito, o que com certeza vão tentar fazer.

  35. 54 ivana 24/07/2011 1:54

    parem de puxar o saco só porque ela morreu , ela era péssima e sem respeito ao seu público!!!

  36. 53 Henyo Barretto 23/07/2011 22:32

    Long live Keith Richards!

  37. 52 mauro antonio 23/07/2011 22:04

    lamenta-se a morte desse ser humano. Entretanto , é o fim de quem brinca com o diabo, digo , faz uso de drogas. Não podemos fletar com aquilo que naõ conhecemos, é no minimo idiotice.

  38. 51 swamy 23/07/2011 21:48

    Só para vc não ficar mal, vou comentar.

    Essa Amy era uma imbecil, drogada.

    O que ela fez para a cultura? Ou para a música?

    Quem mesmo foi influenciado por ela na música? Diga um só.

    Vc está por fora.

    Deus a tenha, mas não fará falta no mundo essa suicida.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.