Publicidade

segunda-feira, 19 de novembro de 2012 música | 12:55

Não há banda mais sincera no rock do que o Killers

Compartilhe: Twitter

Uma das minhas melhores leituras deste feriadão foi o texto “How to live without irony” (como viver sem ironia), escrito por Christy Wampole para o New York Times.

Acadêmica da prestigiosa Princeton, Christy argumenta que a ironia tornou-se um mecanismo de auto-defesa disseminado principalmente entre os hipsters, uma estratégia para evitar lidar de forma direta com o mundo.

Ao ler o texto, lembrei imediatamente do Killers, banda que surgiu indie no início dos anos 00 mas que tornou-se mega logo após o lançamento do primeiro disco, “Hot Fuss” (2004).

A ironia não faz parte do estilo de vida do Killers. Eles não tentam parecer cool associando-se a tendências da hora (quantas bandas roqueiras atuais não se aproximaram do hip hop? Ou do dubstep?); o vocalista Brandon Flowers não tem problema em assumir uma religião (cristã, particularmente mórmon). A música é feita da forma mais direta possível: não há espaço para experimentalismos (faixas roqueiras são baseadas em riffs de guitarra; baladas se apoiam em melodia açucarada; as canções pop são construídas com a ajuda de sintetizadores).

O mais recente disco, “Battle Born”, é quase um manifesto da banda a favor do classicismo roqueiro. Assim, não é surpresa que, em show realizado no sábado (dia 17) na gigante londrina O2 Arena, o Killers tenha feito um cover de “With or Without You”, talvez a música menos irônica de uma das bandas menos irônicas do mundo: o U2.

Não acho que uma banda deva deixar de buscar a originalidade ou que letras e músicas não possam conter toques irônicos, mas é gratificante encontrar uma banda tão honestamente sincera como o Killers.

Autor: Tags: ,

10 comentários | Comentar

  1. 60 a1304812 20/11/2012 3:06

    I’ve said that least 1304812 times. SCK was here

  2. 59 Emerson 19/11/2012 22:41

    Olá, Thiago! Outro dia, você falou do Theme Park, mas se possível eu gostaria de ouvir sua opinião sobre duas bandas que me chamaram a atenção, e as músicas não saem da minha cabeça. São elas: Last Dinosaurs, da Austrália (lembra um pouco Two Door Cinema Club) e The Royal Concept, da Suécia, cujo vocalista tem a voz muuuuito parecida com a do Thomas Mars do Phoenix.
    Abs.

  3. 58 Well 19/11/2012 18:41

    A critica sempre rotula algo para receber e vender um produto, bandas originais de Rock não existem sempre copiam algo muda um pouco aqui e ali e depois como não partiram de nada original ficam iguais e para se dizer novidades surge outra e assim vai…

  4. 57 Cristina Reis 19/11/2012 16:26

    Corrigindo:

    ” O ROCK É UMA FERRUGEM QUE NÃO ADORMECE”

  5. 56 Mariah 19/11/2012 16:26

    O Killer e realmente a banda mais original dos ultimos tempos.

  6. 55 Cristina Reis 19/11/2012 16:24

    Hum… Gostei da matéria. Realmente, com o surgimentos do Killers no século XXI é a única e melhor banda de rock que surgiu nos últimos tempos. Isso mostra que o rock é uma ferrugem que não adorme. Que seja eterno como todos que surgiram nos anos de 60, 70 e 80 (U2 … ) do século passado. Vida longa!

  7. 54 valmir 19/11/2012 15:24

    Fui assistir LED ZEPPELIN – CELEBRATION DAY no cinema e pra mim é o ÚLTIMO CONCERTO DE ROCK NA FACE DA TERRA, o resto são showzinhos de rock de todos os dias,
    bandas sem atitudes, sem presença de palco, tudo cópia mal feita. Desculpa mas pra falar em
    BANDA DE ROCK tem pensar 10 vezes antes.
    Killers? o que é isso?

  8. 53 Eduardo 19/11/2012 15:04

    É só ouvir o último álbum do Maroon 5 e compará-lo com o primeiro. É totalmente diferente, rendendo-se às “exigências do mercado”. Nem parece a mesma banda.

  9. 52 Pedro 19/11/2012 14:53

    Entendo a crítica, mas eu, como um dos que varreram internet pra baixar o primeiro cd deles quando eles não eram conhecidos, tenho que dizer que esse novo cd é uma coisa horrorosa e melada. E não é surpresa, é uma tendência deles. Bem diferente do começo, quando as músicas eram surpreendentes e cheias de vida, mesmo com letras dramáticas.

    O primeiro cd do Killers é uma obra de arte, esse último é uma coisa horrorosa, de doer os ouvidos. Amo os 2 primeiros CDs, mas não conseguiria ir ao show deles e ter que ouvir essas últimas composições.

  10. 51 zé cejames 19/11/2012 13:31

    Parabéns ao Killers , por fazerem um rock sincero , realmente me incomoda muito as bandas de rock se renderem ao hip hop , é cada um na sua . Hoje em dia até parece pecado fazer rock , sem ser politicamente correto , rock é rock. Tem outra , os bons cantores de pop desapareceram , isso é muito ruím . Hoje ou se canta rap , ou essas músicas bregas da Rihana , J.LO e outras porcarias , músicas sem classe. No cenário pop só se salva Adelle , uma grande cantora.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.