Publicidade

quinta-feira, 18 de abril de 2013 música | 14:01

O manifesto Savages

Compartilhe: Twitter

Furiosa, concisa, direta. São virtudes que acompanham a banda Savages, nome que está crescendo pouco a pouco e que, se o mundo for justo, deve se tornar bem conhecido ainda neste ano.

Jehnny Beth em show do Savages no Coachella - foto: Getty Images

Já vimos aqui as ótimas “She Will” e “Husbands”. Agora aparece o vídeo de “Shut Up”, faixa que abrirá “Silence Yourself”, o disco de estreia que sai em 6 de maio.

“Shut Up” foi dirigida por Giorgio Testi (que já trabalhou com Oasis, Richard Ashcroft e Tinie Tempah) e começa com a vocalista Jehnny Beth recitando uma espécie de manifesto que está na capa do álbum.

Em entrevista à “Dazed & Confuzed” (a edição de maio da revista trará material com o Savages), Jehnny explica como surgiu a música:

“‘Shut Up’ é autoafirmativa. Foi escrita em um momento em que estávamos lutando para nos afastarmos dos ‘money-makers’ e tentando nos cercar das pessoas certas. Sabe essa ideia de a indústria da música estar em crise? Nós não nos relacionamos com bandas de dez anos atrás, porque dez anos atrás as bandas vendiam discos. E isso é perfeito para os ‘money-makers’, porque eles podem dizer para as novas bandas: ‘Se você não fizer essa entrevista, se você não fizer essas fotos, se você não for a esse programa de TV, se você não ganhar esse prêmio, então você não vai vender nenhum disco’. Eles fazem com que a nova geração seja muito medrosa. Mas a geração mais velha não sabe muito mais do que a gente.”

Abaixo, o clipe de “Shut Up”.

Autor: Tags:

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.