Publicidade

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 música | 18:54

Taylor Swift e a construção de uma popstar

Compartilhe: Twitter
Taylor Swift no VMA 2014 - Mark Davis/Getty Images

Taylor Swift no VMA 2014 – Mark Davis/Getty Images

Algumas coisas que a gente aprendeu com o VMA 2014:

– que a Jessie J. ainda existe;
– que se a música pop fosse um reinado, o trono seria hoje ocupado por Beyoncé;
– que a Taylor Swift é a mais profissional e bem preparada jovem cantora pop do mundo.

Taylor Swift é um exemplo de como uma boa cantora pode ser transformada em uma popstar. Lançou o primeiro disco em 2006, quando tinha 16 anos. Era fã de country, por isso modelou suas canções a partir de nomes consagrados do gênero, como Dolly Parton e Dixie Chicks. Mas, esperta, adicionava toques contemporâneos à tradição country – o hit “Tim McGraw” é uma prova.

Os discos seguintes continuaram nessa linha “novo country”, amparados por letras confessionais e acima da média. Um detalhe importante: TODOS os discos de Swift foram lançados na mesma época, entre o final de setembro e o final de outurbo. Esse período, dentro do outono no hemisfério norte, é tradicionalmente bom para as vendas de discos – até pela proximidade com o Natal.

Esse cronograma exige uma disciplina rigorosa. Taylor Swift e sua equipe sabem quando ela tem de sair em turnê, por quanto tempo, quando sai em férias e quando começa a gravar. Profissionalismo puro.

Mas a country music estava ficando pequena para Taylor Swift. Por isso, no disco “Red” (2012), ela começou a se aproximar do pop eletrônico.

Essa movimentação ficou explícita em “1989”, álbum que sai em outubro. De novo: esperta, Taylor Swift evita desagradar aos fãs que a acompanham desde o começo e anuncia o disco como o seu “primeiro disco oficial de pop”. Se antecipa à chiadeira (que, claro, está acontecendo): esta é uma nova Taylor Swift.

E a nova Taylor Swift é ainda tão boa ou melhor do que a antiga. A primeira faixa de “1989” (referência ao seu ano de nascimento), “Shake It Off”, é uma perfeição pop que, no refrão, brinca: “Haters gonna hate, hate, hate/
I’m just gonna shake, shake, shake”.

Provavelmente no início do ano que vem, Taylor Swift sai em turnê pelo mundo. Como as duas anteriores, deve começar em fevereiro/março de 2015 e terminar em março/abril de 2016. Quando Taylor Swift irá se preparar para o sexto disco. Que deverá ser lançado em setembro/outubro de 2016.

Não sei se Taylor Swift tira de Beyoncé o título de rainha do pop. Mas ela já tem o traquejo (e o profissionalismo) de uma princesa.

Autor: Tags:

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.