Publicidade

Posts com a Tag Ash

quarta-feira, 14 de setembro de 2011 música | 15:52

Odd Future, Modest Mouse e… Ash!

Compartilhe: Twitter

E os polêmicos e incansáveis Odd Future estarão em Paulínia (interior de SP) em 12 de novembro, para show no SWU. Não apenas Tyler the Creator, mas TODOS ELES desembarcam no Brasil – foi o que me disse a organização do festival.

Coletivo de rap formado na Califórnia, o Odd Future (OFWGKTA) é formado por Tyler the Creator, Mellowhype, pela DJ Syd the Kyd, Frank Ocean, Mike G, Hodgy Beats entre outros, incluindo aí o misterioso Earl Sweatshirt, que ninguém (aparentemente) sabe onde está.

Bem, o Odd Future estará no palco New Stage do SWU, junto a bandas como Modest Mouse, Ash, Is Tropical, Bag Raiders e os curitibanos Copacabana Club.

*****

O Modest Mouse valeria mesmo se fosse apenas para vê-los tocar “Float On”, faixa absurdamente pra cima que nos diz: “Alright don’t worry even if things end up a bit to heavy/ We’ll all float on alright/ Already we’ll all float on”.

*****

Mas o SWU traz também o Ash. Banda que ninguém está dando muita bola (bem, ninguém dava muita bola nem quando eles eram realmente ativos e lançavam álbuns bem decentes, no final dos anos 1990, começo dos anos 2000). Mas a nostalgia bateu, e fiquei bem empolgado com a vinda deles.

Uma das razões que me fazem gostar do Ash é que eles nunca fizeram parte de nenhum “movimento”. Apareceram no auge do britpop, mas não são associados ao britpop. Depois lançaram um ótimo disco em 2001, mas era época de Strokes e cia., e o Ash foi novamente deixado de lado.

Esse alijamento rolou não porque essa banda da Irlanda do Norte seja singular – ao contrário. É música rápida, algumas baladas, mas sempre com guitarras e vocais bem pop.

Com essa fórmula eles produziram “Girl from Mars”, semi-hit dos anos 1990, e o disco “Free All Angels”, de 2001. No meio disso, a irresistível “A Life Less Ordinary”, que esteve na trilha do filme de mesmo nome (“Por Uma Vida Menos Ordinária” – vale ver).

Nos últimos anos o Ash lançou discos, vem fazendo shows em festivais, mas não me lembro de ter ouvido nada tão recomendável. Em 2006, os três integrantes fundadores da banda mandaram embora a (excelente) guitarrista Charlotte Hatherley, que havia entrado no grupo em 1997. Charlotte fazia muito bem à banda.

Em 2010 o Ash passou a tocar com Russell Lissack, que era guitarrista do Bloc Party. Em outubro, Charlotte participará de alguns shows do Ash no Reino Unido para tocar músicas de “Free All Angels” – mas ela não vem ao Brasil.

Abaixo, dois ótimos momentos da banda. A linda “Shining Light” no T in the Park de 2001.

E “A Life Less Ordinary” em Magdeburg, na Alemanha, em 2004.

Autor: Tags: , ,