Publicidade

Posts com a Tag ceo

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 música | 14:15

O mundo esquisito e colorido do sueco ceo

Compartilhe: Twitter

ceo3ve

“Wonderland”, do sueco Eric Berglund (que atende pelo nome ceo), é um disco bem curioso e um pouco estranho. Imagine que você está dentro de um filme do Wes Anderson e que nesse filme há uma grande festa a fantasia montada em um parque lindo e florido e que todo mundo nessa festa está chapado. A trilha sonora é este disco.

O disco é curto (oito músicas, 33 minutos), e ouvi-lo do começo ao fim revela-se uma experiência psicodelicamente onírica.

Berglund criou um mundo próprio com alguma melancolia, mas muitas cores e uma paisagem esperançosa. “Me senti como se tivesse aberto a caixa de Pandora” é a primeira frase que ouvimos, pouco antes de começar “Whorehouse”, música que transforma o verão em melodia. É assim tão boa.

As músicas são dominadas por sintetizadores que se combinam com uma certa inocência transmitida pelos vocais – isso fica bem claro em “Harakiri”. Na maior parte, o disco é bem alegre, pra cima. “Mirage” traz uma esquisitice que lembra Animal Collective.

“Wonderland”, a música, tem um clima eufórico não muito distante daquele que encontramos com o Arcade Fire. E “OMG” parece reunir todas as sensações das faixas anteriores em quase seis minutos de duração.

“Wonderland” é tudo isso, e não são muitos os discos que nos tocam dessa maneira.

Autor: Tags: ,