Publicidade

Posts com a Tag documentário

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014 cultura | 13:34

Documentário “O Que É Nosso” faz mais pela cultura de São Paulo do que qualquer iniciativa do poder público

Compartilhe: Twitter

oqueenosso1

Saiu há pouco o documentário “O Que É Nosso – Reclaiming the Jungle”, dirigido por Jerry Clode, Murilo Yamanaka and Allyson Alapont. Em pouco mais de 60 minutos, o filme registra como várias festas de rua gratuitas estão ajudando a mudar o cenário melancólico e monocromático da região central de São Paulo.

As festas de rua não são algo novo em São Paulo. Em bairros (principalmente) das zonas sul e leste há eventos abertos de rap, funk, eletrônica há anos. Mas dois fatores ajudam a entender por que essa movimentação de agora é algo relevante.

Primeiro porque fazem com que o centro da cidade ganhe vida noturna e nos finais de semana e sem qualquer tipo de segregação. Moradores de rua, integrantes de movimentos sociais, comerciantes, garçons, enfim, todo tipo de gente se mistura a jovens de classe média que querem se divertir ao ar livre, e não dentro de um clube.

E segundo porque é uma alternativa acessível à caríssima noite paulistana. Frequentar clubes em São Paulo tornou-se algo impossível para quem não pode/não quer gastar menos do que R$ 100 ou quantia parecida em uma noite. Daria para comparar as festas de rua com a comida de rua, mas nessa comparação as festas de rua saem ganhando bem, já que a comida de rua paulistana renasce com uma certa “gourmetização” que a deixa quase tão cara e inacessível como os cardápios dos restaurantes.

Sem restrições estéticas, políticas, econômicas ou sociais, festas como Voodoo Hop, Capslock, Metanol, Free Beats, Selvagem e outras fazem mais pela cultura de São Paulo do que qualquer iniciativa do poder público.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 3 de janeiro de 2012 música | 15:29

Documentário recupera história da banda Fishbone

Compartilhe: Twitter

Antes do Red Hot Chili Peppers, antes do Faith no More, antes do Living Colour, antes do nu-metal e antes de a mistura de estilos tornar-se padrão no rock, havia o Fishbone.

Liderado pelo vocalista Angelo Moore e pelo baixista Norwood Fisher, o Fishbone misturava punk, soul, funk e ska em shows explosivos. Entre 1986 e 2006, lançaram sete discos.

Banda formada em Los Angeles em 1979, o Fishbone ajudou a solidificar o rock independente dos EUA, presenciou o crescimento da MTV norte-americana e a queda da barreira que separava o rock independente do mainstream. Mas sempre como coadjuvante, nunca como protagonista.

A trajetória do Fishbone deve ganhar um pouco de luz com o documentário “Everyday Sunshine: The Story of Fishbone”, dirigido por Lev Anderson e Chris Metzler (o título pega emprestado o nome daquela que é provavelmente a  música mais conhecida do grupo).

O filme é narrado por Laurence Fishburne e tem participações de gente como Flea (Red Hot Chili Peppers), Branford Marsalis, Ice-T e até mesmo de Gwen Stefani.

O filme começará a ser exibido nos EUA nesta semana e, depois, percorrerá alguns festivais de cinema do mundo.

Abaixo, o trailer de “Everyday Sunshine”.

Autor: Tags: ,

sábado, 14 de maio de 2011 música | 18:09

Filme documenta última turnê do Black Flag

Compartilhe: Twitter

O Black Flag foi uma das mais importantes e explosivas bandas do rock americano.

É um nome incontornável quando o assunto é punk/hardcore.

Liderada por Henry Rollins, a banda deixou de existir em 1986. Naquele ano, fez sua última tour. A viagem foi registrada em Super 8 por David Markey, que acompanhou o grupo durante os seis meses de shows pelos EUA (Markey era baterista da banda Painted Willie, que tocou com o BF na turnê).

Nesta semana, ele liberou “Reality 86’d” para streaming. Tem uma hora de duração. Você pode ver aqui.

Abaixo, um teaser do documentário.

Autor: Tags: , , ,