Publicidade

Posts com a Tag dubstep

quinta-feira, 15 de setembro de 2011 música | 14:19

Jay-Z e o dubstep

Compartilhe: Twitter

Aonde o dubstep vai parar? Depois da Britney Spears, até o Jay-Z está nessa.

Se a música eletrônica hoje soa inovadora, inquieta e relevante, o dubstep tem grande culpa nisso.

No Reino Unido, nomes como Burial, Skream, Rusko e Benga são grandes. Em 2010, vi Benga e Rusko no Creamfields, gigantesco festival em Liverpool, e os dois fizeram os dois sets mais quentes do evento.

Parente próximo do drum’n’bass, o dubstep pratuicamente não tem melodia nenhuma; é feito de batidas quebradas, sincopadas, que criam um tom escuro, enfumaçado. Começou a se aproximar do pop com o trio Magnetic Man, formado por Benga, Skream e Artwork.

Depois veio a Katy B., qu apareceu em 2009, com 20 anos, apadrinhada pela rádio comunitária londrina Rinse FM. Katy B. empresta sua voz na ótima “Perfect Stranger”, do Magnetic Man.

Aí veio a Britney Spears. Ela pediu ajuda aos superprodutores Dr. Luke e Max Martin para a música “Hold It Against Me”. A dupla colocou (meio timidamente, é verdade) na faixa um trecho de dubstep (ouça aqui; o dubstep entra a partir de 2min20).

Bem, agora o rap se aproxima do dubstep. J. Cole, rapper sob o guarda-chuva do Jay-Z, acaba de soltar “Mr. Nice Watch”. A música, na qual Jay-Z empresta alguns versos, é praticamente inteira feita em cima de batidas de dubstep.

Autor: Tags: ,