Publicidade

Posts com a Tag Savages

terça-feira, 6 de maio de 2014 música | 12:59

Savages – “Fuckers”

Compartilhe: Twitter
O Savages no Lollapalooza BR - Camila Cara/Divulgação

O Savages no Lollapalooza BR – Camila Cara/Divulgação

Uma das músicas que marcaram o Lollapalooza BR 2014 e que fechou a raivosa apresentação do Savages no festival, “Fuckers” acaba de sair em formato single, em disquinho que traz também a faixa “Dream Baby”.

“Fuckers” é, talvez, a melhor música já feita pela banda feminina liderada pela ótima Jehnny Beth. E ganhou um clipe estiloso de 10 minutos de duração que mostra as meninas em um show, no já conhecido clima sombrio-tenso que caracteriza o grupo.

“Don’t let the fuckers get you down”. Coisa linda.

Autor: Tags:

sexta-feira, 10 de maio de 2013 música | 12:37

57 minutos de Savages

Compartilhe: Twitter

Câmeras inquietas, closes, pouca luz, tom nervoso, palco inexistente.  A dupla de diretores de vídeo D.A.R.Y.L. nos coloca dentro do show especial  do Savages que aconteceu na quinta-feira no clube Ministry of Sound, em Londres.

A apresentação foi montada pelo Creator’s Project, da Vice. Há pouquíssima conversa, apenas uma música atrás da outra, num clima pós-punk sombrio e elétrico.

As quatro garotas Savages formam a banda nova mais quente do mundo. Esses 57 minutos não me deixam mentir.

Autor: Tags:

quinta-feira, 18 de abril de 2013 música | 14:01

O manifesto Savages

Compartilhe: Twitter

Furiosa, concisa, direta. São virtudes que acompanham a banda Savages, nome que está crescendo pouco a pouco e que, se o mundo for justo, deve se tornar bem conhecido ainda neste ano.

Jehnny Beth em show do Savages no Coachella - foto: Getty Images

Já vimos aqui as ótimas “She Will” e “Husbands”. Agora aparece o vídeo de “Shut Up”, faixa que abrirá “Silence Yourself”, o disco de estreia que sai em 6 de maio.

“Shut Up” foi dirigida por Giorgio Testi (que já trabalhou com Oasis, Richard Ashcroft e Tinie Tempah) e começa com a vocalista Jehnny Beth recitando uma espécie de manifesto que está na capa do álbum.

Em entrevista à “Dazed & Confuzed” (a edição de maio da revista trará material com o Savages), Jehnny explica como surgiu a música:

“‘Shut Up’ é autoafirmativa. Foi escrita em um momento em que estávamos lutando para nos afastarmos dos ‘money-makers’ e tentando nos cercar das pessoas certas. Sabe essa ideia de a indústria da música estar em crise? Nós não nos relacionamos com bandas de dez anos atrás, porque dez anos atrás as bandas vendiam discos. E isso é perfeito para os ‘money-makers’, porque eles podem dizer para as novas bandas: ‘Se você não fizer essa entrevista, se você não fizer essas fotos, se você não for a esse programa de TV, se você não ganhar esse prêmio, então você não vai vender nenhum disco’. Eles fazem com que a nova geração seja muito medrosa. Mas a geração mais velha não sabe muito mais do que a gente.”

Abaixo, o clipe de “Shut Up”.

Autor: Tags:

quinta-feira, 21 de março de 2013 música | 14:20

Savages: As quatro garotas de Londres

Compartilhe: Twitter

Não é toda hora que aparece uma banda que consegue reunir comparações com gente como Patti Smith, Joy Division, Siouxsie & the Banshees, The Slits e dezenas de outros nomes ligados ao pós-punk.

Porque pós-punk talvez seja o termo mais apropriado para definir a energia e a intensidade que saem do Savages, grupo formado em Londres por Jehnny Beth (vocal), Gemma Thompson (guitarra), Ayse Hassan (baixo) e Fay Milton (bateria).

Naquele começo de 2012, o Savages mostrava uma certa inquietação roqueira que faz falta a muita gente. As quatro meninas não tinham muito para mostrar até então – não muito mais do que os três minutos nervosos da ótima “Husbands”. Três mintuos que nos indicavam que era preciso prestar atenção naquela banda.

O Savages excursionou pelo Reino Unido (fez show elogiadíssio no londrino Electric Ballroom) e, segundo bons blogs e sites, foi um dos nomes que ganharam o South by Southwest, dias atrás.

Agora, finalmente conheceremos um pouco mais do Savages. A banda está para lançar (início de julho) o disco de estreia, “Silence Yourself”. O semi-hit “Husbands” estará lá, assim como “She Will”, o primeiro single, que já pode ser ouvido. Intenso é pouco.

Autor: Tags: